FANDOM


999
Wiki Tecnologia Aplicada a Educacao


520

Professor trazendo novos recursos para a educação.

Projetos de aprendizagem colaborativa num paradigma emergente .Editar

A educação transforma toda a sociedade: comunicação, economia, revoluções... Por conta disso, acelera as mudanças em todos os níveis e gera a globalização e a gestão do conhecimento. Essas relações estão cada vez mais atuantes no mundo globalizado. Paralelamente ocorre a transição da sociedade industrial (voltada para a fabricação de bens e consumos) e a sociedade do conhecimento (produção intelectual).Editar

As mudanças mundiais como um todo, estão exigindo que as pessoas estudem mais em diversos níveis, principalmente nas universidades. Pois no passado não tão distante, as pessoas precisam aprender o que era essencial para o trabalho (doméstico ou industrial), porém, hoje os profissionais precisam aprender de forma holística.

Por conta do neoliberalismo, a formação acadêmica se tornou reducionista. Reduntando na formação sectária, competitiva e individualista, que em nome da técnica e do capital, parece perder muito da função de buscar o sentido da vida, do destino humano e de uma sociedade justa e igualitária. Em meio a uma crise global, muito se fala ultimamente em diferentes instâncias das sociedades modernas, em mudança de paradigma como reconhecimento da necessidade premente de construção de um novo modelo que, para além dos limites da racionalidade científica.

É de responsabilidade das universidades formar e capacitar profissionais capazes de trabalhar neste contexto de economia instável. Por isso cada vez mais, elas preciso recorrer a recursos que “fujam” um pouco da sala de aula.

As exigências de uma economia globalizada afetam diretamente a formação dos profissionais em todas as áreas do conhecimento. Por isso os professores devem estar sempre atualizados com as exigências do mercado. Hoje o profissional recém-formado infelizmente não está totalmente preparado para exercer plenamente a profissão. O novo desafio das universidades é preparar os alunos plenamente para a profissão, por meio da educação continuada, ou seja, deverá continuar se atualizando constantemente. O eixo da ação docente precisa passar do ensinar para enfocar o aprender e, principalmente, o aprender a aprender.

O professor precisa instigar o aluno a fazer constantes pesquisas, porque o mundo muda constantemente e o aluno após sua formatura terá que se atualizar constantemente.  O professor perde então o papel de centralizador do conhecimento e passa a ser então o orientador de pesquisas, o facilitador de conhecimentos. Este novo perfil de docente precisa ser criativo e pró-ativo.

Por sua vez, o aluno precisa ser menos passivo e começar a ler, ser crítico, pesquisador... o professor e aluno deverão ser parceiros dentro da sala de aula.

O professor mesmo sendo neoliberalista não pode perder o foco em formar um aluno cidadão, pois o aluno precisa ser um profissional ético. Por outro lado, o aluno precisa quebrar suas barreiras em relação as novidades em sala de aula, principalmente os que estão acostumados com o ensino tradicional. Ou seja, não deve haver resistência.

Como o aluno deverá ser um pesquisador, o professor poderá apresentar diversos recursos e fontes para suas pesquisas. Como livros, revistas, sites... Como estamos na era digital, o professor poderá recomendar excelentes referências para promover a educação. Atualmente temos os recursos de aulas on-line, para promover também o ensino à distância (em casa, nas férias ou onde o aluno estiver).

Referência

NORAN, José Manuel. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 18.ed. Campinas: Papirus, 2010. 67-78 p

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.